BEM VINDO À CACHOEIRA DA PRATA

 

 

 

 

 

Chegando ao Vale da Prata, encontra-se uma vasta planície, onde se avista em destaque a Pedra do Dedo, a rampa de Ubá e a majestosa Cachoeira da Prata, que tem mais de 130 metros de queda, despejando suas águas no interior de uma floresta quase intocada, sendo possível atingir o topo desta cachoeira é vista da Fazenda da Prata, podendo ser vista de uma longa distância. Sua água é cristalina e própria para banho, possuindo um pequeno lago ao final de sua queda.
No topo da Cachoeira da Prata na localidade de São Cristóvão pode-se ter acesso ao topo da Cachoeira. O rio que vem da Bateia despenca no precipício, dando uma sensação de medo e de admiração ao mesmo tempo. A paisagem do Vale da Prata e as serras ao fundo, formam uma belíssima paisagem da Mata Atlântica. Algumas pessoas se arriscam, atravessando o rio para alcançar o ponto extremo da queda. Consegue-se chegar ao topo da cachoeira passando pela comunidade de São Cristóvão.
A cachoeira possui uma lenda que fala de uma escrava de nome Balbina morreu saltando desse precipício com seu filho ao colo, ela estava acuada por um capitão-do-mato e negava-se a entregar o filho recém-nascido para ser escravizado.