Monte Pio

 

 

CARO VISITANTE… AGUARDAMOS SUAS INFORMAÇÕES PARA COMPLEMENTAR A HISTÓRIA DESTA COMUNIDADE. (História, fotos, Famílias, coordenadas, etc.)

 Participe!

descubracastelo [at] gmail [dot] com

 

Situa-se a 8 KM da cidade de Castelo

Historia da comunidade:

Conta se que a localidade era formada por uma mata virgem localizada entre duas fazendas de escravos denominadas Fazenda da Prata e Fazenda das Flores, com o passar dos, vindo do navio da Itália até o porto de Vitória, acredita se que no período de 1887 chegaram no Brasil varias famílias que se distribuíram pela região sul do estado e dentre elas algumas famílias como Sesquim e Alledi que vieram para trabalhar na Fazenda das Flores como lavradores. O objetivo dessas famílias eram melhorar de vida, já que na Itália estava muito difícil e atraídos por uma terra boa de plantar, colher e viver.
Com a chegada das missões ao Brasil e a devoção apresentada pela família Sesquim construiu nessa localidade a 1ª igreja Católica aberta a todos, pois nas fazendas haviam capelas que eram destinadas exclusivamente aos senhores, e recebeu como padroeiro o Sagrado Coração de Jesus, pois segundo relatos o Sr. Alexandre Sesquim um dos desbravadores havia trazido da Itália uma pequena imagem e ministrava cultos religiosos em sua casa, então fizeram uma promessa de que se a Igreja fosse construída teria como padroeiro referido santo e assim foi feito.
Construísse uma pequena Igreja, pois as famílias eram muitos pobres, a qual o Sr. João Alledi ajudou a levar as madeiras que foram usadas nessa construção.
Com o passar dos anos a população foi aumentado e foi necessário construir uma igreja maior que foi edificada ao redor da 1ª Igreja e construída de tijolos.
O primeiro nome da comunidade se chamava Ribeiro do Meio mas como já existia uma localidade com esse mesmo nome por isso a necessidade de mudar o nome, foi feita uma reunião não distrito de Aracuí e optou se pelo nome de Montepio pois com o aumento populacional foi necessário que se desbravasse uma parte maior da mata na qual foi encontrado um grande “monte”, que hoje é conhecido como morro do Cruzeiro, e devido também ao som liberado pelos pássaros denominado “pio” a comunidade recebeu o nome de montepio. Em 30 de Julho de1991 a comunidade de Montepio tornou se Distrito .

Padroeiro da comunidade, Sagrado Coração de Jesus: A devoção ao Sagrado Coração de Jesus é uma das expressões mais difundidas da piedade eclesial, tal como refere recentemente o “Diretório sobre a Piedade Popular e a Liturgia” da Congregação para o Culto Divino. Os Pontífices romanos têm salientado constantemente o sólido fundamento na Sagrada Escritura desta maravilhosa devoção.
Como conseqüência das aparições de Nosso Senhor a Santa Margarida Maria Alacoque no mosteiro de Paray-le-Monial a partir de 1673, este culto teve um incremento notável e adquiriu a sua feição hoje conhecida.
Entre os documentos mestres nesta matéria encontramos a encíclica de Pio XII, Haurietis aquas, de 15 de Maio de 1956. Pio XII salienta que é o próprio Jesus que toma a iniciativa de nos apresentar o Seu Coração como fonte de restauração e de paz: “Vinde a mim, todos vós, que estais cansados e oprimidos, que Eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração e encontrareis descanso para o vosso espírito. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”. (Mt. 11, 28-30). Não é por acaso que as aparições a santa Margarida se situam no momento crucial de afirmação da secularização e que o símbolo do Sagrado Coração apareceu sempre como o mais característico de todos os movimentos que resistiram à descristianização da sociedade moderna.

 

Contatos com esta Comunidade:

Odila Dalfior Dalcim

Rosanea Sardi Pianissola

Antonio Francisco Dalcim

99955-9844

99945-8186

99884-2215