Maria José

 

A escritora castelense Maria José Vettorazzi, membro da Academia Feminina Espírito-Santense de Letras acaba de ter um poema publicado na Antologia Literária Internacional Antologia Del`Secchi. O título da obra é Rio São João, onde relata a beleza ímpar do Rio São João antes da construção da Usina Hidrelétrica PCH São João, em Castelo.  Um texto poético que chama à reflexão sobre os danos causados ao Meio Ambiente. Beleza que se esgotou. Conheça a obra:

 

Rio São João

 

No domingo, pela manhã,

Subimos pelo Rio São João.

Uma jornada no coração do São João.

Era preciso conhecer as suas águas,

A sua vida que lamentava pelo fim.

 

As obras da Usina seguiam,

Montanhas eram rasgadas,

Trazendo à superfície toneladas de rochas.

Muitos operários penetravam pelo túnel,

Lugar onde passariam as águas para gerar energia.

 

Caminhando dentro do São João, seguimos…

Subindo e descendo pedras,

Andando sobre as rochas,

Nadando sobre as águas,

Seguimos até Santa Fé. Divina!

 

Linda Santa Fé! Cortina rendada,

Emoldurada pelas montanhas.

Jarro despejando leite

Da mãe Santa Fé, que amamenta o seu filho.

 

A plana rocha coberta pelas águas brilhantes,

Múltiplos reflexos da luz do sol,

Tinha a paisagem encantadora

Naquela manhã de domingo.

 

Ali, caminhamos e nos banhamos…

Em companhia de pássaros, libélulas.

Peixes, capins e flores…

Assistidos pelo silencioso vento…

 

Encontramos moradores, pessoas simples,

Preocupadas e atentas.

Diante daquele santuário, uma certeza:

Tudo poderá desaparecer.

 

Caminhando pelo São João, descemos…

Subindo e descendo pedras,

Andando sobre as rochas,

Nadando sobre as águas sagradas…

 

Maria José Vettorazzi – 2003.

vettorazzi [at] ymail [dot] com